segunda, 18 de dezembro de 2017

Epidemia da obesidade e ações regulatórias em alimentação e nutrição no Congresso Brasileiro de Epidemiologia

Epidemia da obesidade e ações regulatórias em alimentação e nutrição no Congresso Brasileiro de Epidemiologia

por Rebrae 05/10/17

Há mais do que comida suficiente no mundo para alimentar o conjunto da população humana. No entanto, 815 milhões de pessoas passam fome – e o pior, este número segue em curva ascendente. Ao mesmo tempo, a prevalência global de obesidade mais do que duplicou entre 1980 e 2014, alcançando cerca de 13% da população adulta mundial – são mais de 600 milhões de adultos obesos no planeta. Os dados são do relatório “Estado da Segurança Alimentar e Nutricional no Mundo – 2017”, recentemente divulgado pela FAO – Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação – e vão subsidiar os debates sobre Alimentação e Nutrição presentes nas sessões do X Congresso Brasileiro de Epidemiologia, que acontecerá de 07 a 11 de outubro, em Florianópolis (SC).

O estado da arte em métodos de avaliação do consumo alimentar, bem como suas melhores aplicações, e o debate sobre a promoção da alimentação adequada e saudável são os eixos centrais escolhidos pela organização do evento para esta temática. “O congresso pretende, no decorrer das atividades, discutir como enfrentar a epidemia de obesidade com instrumentos robustos de avaliação do consumo alimentar. Por outro lado, a obesidade é uma doença que requer um sistema integrado de estratégias para seu controle e prevenção, o que esbarra em questões regulatórias. Serão debatidas propostas e experiências positivas no controle do ganho de peso populacional presentes nos sistemas de saúde e em debate no mundo”, explica Rosely Sichieri, docente do Instituto de Medicina Social da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (IMS/Uerj) e integrante da Comissão Científica do Congresso e da Comissão de Epidemiologia da Abrasco.

A docente destaca a presença de dois importantes nomes da pesquisa internacional no tema da obesidade que estarão presentes em Florianópolis. Luis A. Moreno, professor da Universidad de Zaragoza – Espanha, irá apresentar resultados do HELENA (Healthy Lifestyle in Europe by Nutrition in Adolescence), estudo de intervenção no consumo alimentar e na atividade física. Já Victor Kipnis, do National Cancer Institute (NCI/EUA), irá explorar as possibilidades de correção e a importância dos erros na avaliação do consumo alimentar. “Junto com Luis A. Moreno, estará nossa colega Maria Alice Altenburg de Assis, professora da UFSC e também da Comissão de Epidemiologia, que vai apresentar um dos poucos instrumentos brasileiros validados de avaliação tanto do consumo alimentar quanto da atividade física em crianças . Já Kipnis é pioneiro no NCI no desenvolvimento de softwares gratuitos para avaliação alimentar”, ressalta Rosely.

O congresso irá discutir, ainda, a experiência brasileira de sucesso internacional em desenvolver uma classificação dos alimentos baseada no grau de processamento e presente no Guia Alimentar para a População Brasileira (2014), assunto que será abordado por Carlos Augusto Monteiro, pesquisador da Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo (FSP/USP), e pelas nutricionistas Ana Paula Bortoletto Martins (Idec); Daniela Canella (INU/UERJ); Maria Laura Louzada (FSP/USP) e Renata Levy (FSP/USP) em diversas palestras e oficinas.

+ Clique no link e veja a programação completa do X Congresso Brasileiro de Epidemiologia

Confira abaixo a lista completa das atividades voltadas para o debate sobre Alimentação e Nutrição no X Congresso Brasileiro de Epidemiologia:

Sábado, 07 de outubro
08:00 – 17:00 – Curso: Atualização em análise de dados de consumo alimentar e o software GloboDiet – Com Dirce Marchioni (FSP/USP); Rosângela Alves Pereira (INJC/UFRJ) e Josiane Steluti (doutoranda FSP/USP)

08:00 – 17:00 – Curso: Metodologia de trabalho em grupo para Promoção da Alimentação Adequada e Saudável na Atenção Básica – Com Aline Cristine Souza Lopes (EEfn/UFMG) e Michele Lessa de Oliveira (MS)

Domingo, 08 de outubro
08:00 – 17:00 – Oficina: Avaliação do consumo alimentar: correção do efeito do erro intrapessoal – Com Eliseu Verly Jr. (IMS/UERJ) e Victor Kipnis (National Cancer Institute of the United States)

08:00 – 17:00 – Curso: Avaliação da alimentação a partir da extensão e propósito do processamento industrial: Como utilizar a classificação NOVA – Com Ana Paula Bortoletto Martins (Idec); Daniela Silva Canella (INU/UERJ); Maria Laura da Costa Louzada (FSP/USP) e Renata Bertazzi Levy (FSP/USP)

Segunda-feira, 09 de outubro
11:10 – 13:00 – Mesa-redonda: Diagnóstico e estratégias para prevenção da obesidade em escolares – Com Maria Alice Altenburg de Assis (UFSC); Rosângela Alves Pereira (INJC/UFRJ) e Luis A. Moreno (Universidad de Zaragoza/Espanha)

11:10 – 13:00 – Mesa-redonda: A epidemiologia e a saúde urbana: novos olhares, novos métodos – com a Comunicação “Contexto alimentar, saúde urbana e políticas públicas: conexões e oportunidades”, por Leticia de Oliveira Cardoso (ENSP/Fiocruz), e Waleska T. Caiaffa (UFMG)

Terça-feira, 10 de outubro
11:10 – 13:00 – Mesa-redonda: Epidemiologia da transição nutricional e alimentar em populações indígenas; com Felipe Guimarães Tavares (RJ); Ana Lucia Escobar (RO); Thiago Santos de Araújo (AC); e Rui Arantes (MS)

14:50 – 15:40 – Palestra: Dados nacionais de consumo alimentar das POF 2008-2009 e 2017-2018 e seus múltiplos usos na pesquisa e nas políticas de nutrição – Com Rosely Sichieri (IMS/Uerj)

Quarta-feira, 11 de outubro
11:10 – 12:00: Palestra: As evidências epidemiológicas que embasam o Guia Alimentar para a População Brasileira – Com Carlos Augusto Monteiro (FSP/USP)

12:10 – 13:00: Palestra: Erros na avaliação de consumo alimentar e possíveis correções – Com Victor Kipnis (National Cancer Institute of the United States)

14:20 – 16:10: Mesa-redonda: Como avançar na agenda regulatória na área de alimentos: cenário atual e perspectivas– Com Rodrigo Martins de Vargas (Anvisa); Ana Paula Bortoletto Martins (Idec); Enrique Jacoby (DF), e Inês Rugani (INU/Uerj).

Fonte: Abrasco



Ver todas as notícias