segunda, 23 de outubro de 2017

Projeto implantado em escolas da Rede Municipal de Novo Hamburgo, objetiva Alimentação Consciente e Desperdício Zero

Projeto implantado em escolas da Rede Municipal de Novo Hamburgo, objetiva Alimentação Consciente e Desperdício Zero

por Rebrae 16/05/17

Novo Hamburgo, Rio Grande do Sul

 

O projeto justifica-se pela necessidade emergente de evitar o desperdício dos alimentos destinados as escolas da Rede Municipal de Novo Hamburgo. A escola deve atentar ao seu papel social, permitindo ao aluno refletir, vivenciar e envolver-se criticamente para uma diminuição do desperdício da merenda escolar.

A escola que adere ao projeto recebe o selo “Esta escola faz parte do projeto: Alimentação Consciente, Desperdício Zero”, que deve ficar visível para os alunos e a comunidade escolar. Em cada escola um professor fica como responsável por coordenar o projeto.

Inicialmente é realizado um controle, com a pesagem dos alimentos durante uma semana para verificar a quantidade de alimento que está sendo desperdiçado na escola antes de qualquer intervenção. No desperdício passa a ser relevante a integração nas diversas áreas estudadas, em discussões e reflexões frente aos dados coletados, não ficando somente no refeitório das escolas.

Após o início das intervenções (conversas em sala de aula, ações de alunos no refeitório, etc.), o desperdício de alimentos é pesado em dias alternados. No refeitório é exposto a quantidade de alimento desperdiçado, a evolução do consumo na escola e cartazes para incentivar o consumo consciente

O projeto iniciou em 2014 na EMEF Adolfina Diefenthaler, onde foi verificado inicialmente desperdício de aproximadamente de 3,6 kg, passando a 475 g. Até o momento, dezesseis escolas aderiram ao projeto e houve redução de até 80% do desperdício. Até o momento os resultados foram satisfatórios, fazendo com que os alunos sirvam-se no buffet com menor quantidade de comida, podendo repetir posteriormente. Observamos uma redução da quantidade de resto-ingesta, refletindo assim na quantidade de alimento preparada.

Pretende-se, no período de até dois anos, diminuir o desperdício o mais próximo de  100%, bem como incentivar o aluno a reflexão e a conscientização do não desperdício da alimentação escolar, e que esta aprendizagem seja uma ação significativa para sua vida.



Ver todas as notícias