Entre os anos de 2017 e 2018, o  o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco (IFPE)  com o apoio do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), visitou o Assentamento Normandia, do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST). A visita foi composta por um grupo multiprofissional: nutricionistas , coordenadora de Extensão Rural, coordenadora da Assistência ao Estudante  e a diretora do Campus Caruaru . Em reunião realizada com agricultores e com as mulheres boleiras do assentamento, o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) foi pauta da discussão sobre a possibilidade do recurso disponível do IFPE ser utilizado para o assentamento.

Uma das medidas recomendadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para a redução da obesidade é o aumento de tributos de bebidas açucaradas, como refrigerantes e sucos em caixa. Com preços mais altos, o consumo tende a cair, assim como os problemas provocados por ele. Mas você só sabe uma parte da história.\r\n\r\nO marketing milionário feito pela indústria e os baixos preços atraem o consumidor, escondendo o que há de pior: o lado amargo do açúcar. O alto consumo destas bebidas contribuem de forma direta para o ganho de peso, doenças como obesidade, diabetes, hipertensão, doenças cardíacas e vários outros problemas. E você paga por isso – com saúde e dinheiro.

No dia 6 de novembro ocorreu, em Porto Alegre, o 1º Encontro Crescer Saudável: saúde e educação unidas promovendo hábitos saudáveis no ambiente escolar. O encontro foi promovido pela 1ª Coordenadoria Regional de Saúde (CRS), em parceria com o Centro Colaborador em Alimentação e Nutrição do Escolar da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (CECANE UFRGS) e contou com o apoio da área técnica de Saúde Nutricional da Secretaria Municipal de Saúde de Porto Alegre (SMS/POA).

logo-footer.png

© 2019, REBRAE - Rede Brasileira de Alimentação e Nutrição do Escolar. Todos os direitos reservados.

Search