O programa Amor de cozinha surge do projeto Favela Orgânica, idealizado pela Chef Regina Tchelly, que começou a desenvolver atividades em torno do reaproveitamento integral dos alimentos e comida saudável, no morro da Babilônia, RJ, há aproximadamente 7 anos. Com a vontade de cozinhar e de tornar a alimentação mais viável e gostosa, Regina começou a se dedicar a aprender: aprendeu técnicas de aproveitamento, receitas vegetarianas, receitas sustentáveis e aprendeu a aprender. Foi assim, de um jeito simples e determinado que ela alcançou diversas pessoas interessadas e curiosas por também aprender mais. Do Morro da Babilônia ela caminhou por diversas outras favelas realizando oficinas e conversando com as comunidades. 

alimentacao-sustentavel-amor-de-cozinha.png   

 

Ela, como mobilizadora social, apresentou uma nova forma de cultura alimentar na favela, levou praticidade para acessar uma alimentação mais digna e saudável, desconstruiu a dificuldade da cozinha e também possibilitou a formação de novas e novos cozinheiros, pessoas com domínio técnico, consciente e sustentável e que puderam ter mais autônomia. 

Agora no programa transmitido pelo Canal Futura, a cozinheira continua o trabalho feito até agora, com novos desafios, pessoas e experiência, ensina o aproveitamento total dos alimentos, oferece oficinas, capacitações e serviços em gastronomia alternativa e práticas sustentáveis. A série já possui duas temporadas imperdíveis, disponíveis online. 

Sem_títuloca.png

Além disso, o Canal Futura disponibiliza o Guia Pedagógico Amor de Cozinha, elaborado pela pedagoga brincante, Fernanda Poletto, que utilizou 3 propostas pedagógicas para o projeto, baseado em 3 pilares da sustentabilidade: dimensão ecológica, social e econômica. A ferramenta possibilita uma aplicação mais ampla e fácil para a aprendizagem, principalmente nos ambientes escolares. Confira no link a ideia: Guia Pedagógico Amor de Cozinha. 

Nas palavras da Chefa: aproveitamento do alimento, economia dentro de casa, pensar em quem produz e nomeio ambiente e ainda ter comida simples e de verdade, esse é o objetivo e o ideal. Confira o primeiro episódio da primeira temporada: Era uma vez uma empregada doméstica.

 

Fonte: REBRAE