ALCRepresentantes do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), gerenciado pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), participaram, por meio de uma reunião virtual, do lançamento do curso Educação Alimentar e Nutricional para Programas de Alimentação Escolar. Com o objetivo de ampliar os conhecimentos de profissionais e gestores públicos do Caribe sobre o tema, a capacitação, que começou no dia 11 de agosto, é uma iniciativa da cooperação técnica sul-sul trilateral em alimentação escolar e especialmente elaborada para os profissionais caribenhos.

“É de extrema importância pensar no aprimoramento das ações de alimentação escolar considerando o contexto atual da pandemia de Covid-19. O Brasil já tem caminhado na direção de novas estratégias, garantindo a manutenção da política mesmo nesse período”, disse a coordenadora-geral do PNAE, Karine Santos.

O encontro, que foi realizado pelo FNDE em parceria com a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), a Agência Brasileira de Cooperação dos Ministérios das Relações Exteriores (ABC/MRE) e a Sociedade Agroeconômica do Caribe, contou ainda com representantes dos ministérios da Educação, da Saúde, da Segurança Social e da Agricultura.

O curso – A capacitação ocorrerá em duas fases. A primeira etapa, que terá duração de dois meses, será realizada por meio de sessões virtuais. Durante esse período, serão oferecidas leituras atualizadas sobre programas de alimentação escolar e educação alimentar e nutricional, apresentações e discussões com especialistas e intercâmbios de experiências e de informações entre os países. Na segunda etapa, prevista para o ano de 2021, serão realizadas atividades práticas em escolas, além de um encontro presencial, com data ainda não definida.

O curso busca fornecer aos gestores do Caribe conhecimentos e habilidades necessárias para a aplicação de princípios e práticas eficazes de educação alimentar e nutricional no âmbito de programas de alimentação escolar, bem como capacitá-los para que estes programas possam atuar estrategicamente em resposta aos múltiplos impactos ocasionados pela pandemia de Covid19.

Participarão da capacitação representantes de Barbados, Granada, Guiana, Jamaica, Santa Lúcia, São Vicente e Granadinas, Suriname e Trinidade e Tobago.

Estratégias voltadas para a alimentação escolar na região - O projeto Consolidação de Programas de Alimentação Escolar na América Latina e Caribe (ALC) tem o objetivo de fortalecer e consolidar os programas de Alimentação Escolar na região e promover a mudança de hábitos alimentares por meio de ações de educação alimentar e nutricional. Também tem a intenção de estimular a incorporação de produtos frescos e saudáveis na alimentação escolar, prestando uma contribuição para o alcance das metas dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

Atualmente, o FNDE oferece assistência técnica em diversos projetos de cooperação sul-sul, mediados pela Agência Brasileira de Cooperação (ABC), em parceria com a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO-ONU) e o Centro de Excelência contra a Fome do Programa Mundial de Alimentos (WFP/ONU).

Foto: FAO/ONU

Fonte: FNDE