Encontro virtual debate estratégias para manter a alimentação dos estudantes durante e após a pandemia

FNDE participa do Fórum Global de Nutrição InfantilO Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) foi o representante do governo brasileiro na edição de 2020 do Fórum Global de Nutrição Infantil (GCNF, na sigla em inglês), que está ocorrendo em formato virtual pela primeira vez em 22 anos. Servidora do FNDE, Karine Santos participou do painel intitulado A Alimentação Escolar como Ferramenta de Combate à Fome (mesmo durante uma pandemia), realizado na última terça-feira, dia 3.

Em sua apresentação, Karine detalhou o funcionamento do Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae), que atende cerca de 40 milhões de estudantes da educação básica no Brasil. E discorreu sobre as dificuldades de se manter a alimentação dos estudantes das escolas públicas mesmo durante a pandemia do coronavírus.

Ela ainda ressaltou a importância do aplicativo e-PNAE, que permite que famílias, gestores escolares, nutricionistas e autoridades locais acompanhem e avaliem o fornecimento da alimentação escolar em cada município e estado. O aplicativo ainda inclui dados de financiamento do programa, dicas de alimentação saudável e jogos interativos. E também permite que as famílias tenham contato direto com a nutricionista responsável pela escola de seus filhos e com o conselho local de alimentação escolar.

Fórum – Organizado pela Fundação Global para a Nutrição Infantil em parceria com o Centro de Excelência contra a Fome do Programa Mundial de Alimentos (PMA), o Fórum Global de Nutrição Infantil é uma conferência de intercâmbio de aprendizagem e assistência técnica realizada anualmente para apoiar os países no desenvolvimento e na implementação de programas de alimentação escolar sustentáveis.

Todos os anos, o evento reúne interessados ​​em programas de alimentação escolar e nutrição infantil, incluindo representantes de órgãos de governo, empresas, organizações internacionais, ONGs, instituições acadêmicas e muitos outros. Nesta edição, que vai até dia 12 de novembro, o objetivo principal do encontro é debater estratégias para a continuidade dos programas de alimentação escolar durante e após a pandemia.

Pnae - Com orçamento de R$ 4 bilhões neste ano, o PNAE repassa recursos suplementares para apoiar a alimentação escolar em todos os municípios e estados brasileiros. O programa também investe na educação alimentar, imprimindo nos alunos hábitos saudáveis de alimentação, e impulsiona a agricultura familiar, já que 30% dos recursos repassados pelo FNDE por meio do PNAE devem ser destinados à compra direta de gêneros produzidos por agricultores familiares.

Fonte: FNDE