Mesmo diante da suspensão das aulas presenciais por conta da pandemia da Covid-19, os estudantes de escolas indígenas de Espigão do Oeste (Rondônia) seguem recebendo os kits com gêneros alimentícios do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE). 
Inicialmente, 267 kits de alimentação escolar estão sendo distribuídos em seis escolas localizadas em Espigão do Oeste. A previsão é de que este trabalho se estenda a todas as comunidades indígenas do estado e alcance cerca de 4 mil alunos das 120 escolas existentes nos 13 núcleos de educação indígena de Rondônia.

Os 267 kits são compostos de laranja, bolacha caseira com coco, farinha de mandioca, pão caseiro, mandioca in natura e filé de pirarucu. As cestas se destinam a cada aluno indígena, em idade escolar, matriculado em qualquer unidade de ensino estadual. Na próxima fase, as aquisições vão contemplar uma linha de produtos e gêneros secos, como feijão, arroz, macarrão, óleo, entre outros.

O kit é entregue embalado e protegido, com orientações aos indígenas, em material impresso, dentro de cada pacote. As recomendações referem-se aos cuidados que todos devem ter com a higienização dos produtos alimentícios antes do armazenamento nas aldeias, conforme determina o PNAE e a própria Secretaria da Educação.

 

Fonte: FNDE