segunda, 24 de setembro de 2018

Consea publica página oficial do Encontro Nacional 5ª Conferência+2, que será realizado em Brasília/DF, no mês de março

Consea publica página oficial do Encontro Nacional 5ª Conferência+2, que será realizado em Brasília/DF, no mês de março

por Rebrae 06/02/18

O Encontro Nacional 5ª+2 ocorrerá de 6 a 8 de março de 2018, em Brasília (DF), para realizar um balanço das propostas apresentadas na 5ª Conferência Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional e promover a troca de experiências entre a sociedade civil e governos municipais, estaduais e federal. Durante o encontro, serão analisados os resultados alcançados pelo 2° Plano Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (Plansan).

O encontro é uma oportunidade para que todos os segmentos que compõem o Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (Consea) possam fazer uma análise da conjuntura atual e realizar a prospecção de cenários e proposições para agendas futuras pela garantia do Direito Humano à Alimentação Adequada (DHAA).

Maiores informações na página do Encontro

 

Presidenta do Consea destaca importância da Agenda do Futuro da 5ª Conferência + 2

Levantar propostas e oportunidades para assegurar a continuidade e o aprimoramento das políticas públicas que garantam comida de verdade no campo e na cidade. Para a presidenta do Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (Consea), Elisabetta Recine, esses são os principais objetivos da Agenda de Futuro, um dos quatro eixos de debates da 5ª Conferência + 2, que será realizada em março de 2018, em Brasília.

A avaliação foi feita nesta segunda-feira (18), em Brasília, durante a etapa regional preparatória da 5ª Conferência + 2. “Aqui no Distrito Federal podemos pensar como puxar grupos que surgem e estão ligados a essa questão, como os de agricultura urbana, de consumidores que apoiam a agricultura orgânica, a juventude. São setores que dão dinamismo à participação popular”, explicou.

Elisabetta Recine destacou a importância da realização da 5ª Conferência + 2 para avaliar a evolução das políticas públicas de segurança alimentar e nutricional. “Com as conferências nacionais, você tem uma análise ampla, mas que só acontece de quatro em quatros anos. Esse prazo nos pareceu insuficiente para fazer um monitoramento efetivo do andamento dos programas e políticas públicas. Então, criamos um encontro que ocorre na metade, entre uma conferência nacional e outra, para lançar um olhar sobre como as coisas estão, com mais atores, mais sujeitos, além dos próprios conselheiros”.

O presidente do Consea DF, André Luiz, afirmou que a análise de conjuntura feita pelos grupos de trabalho durante o encontro regional preparatório para a 5ª + 2 facilitará o levantamento de vários aspectos referentes à segurança alimentar e nutricional no contexto do Distrito Federal. “As informações vão subsidiar não apenas o encontro nacional da 5ª +2, mas também vão alimentar o dia a dia do Consea e da Caisan do DF”, ressaltou.

A secretária interina da Secretaria de Estado de Trabalho, Desenvolvimento Social, Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos do Distrito Federal (Sedestmidh-DF), Marlene Azevedo, também destacou a importância da análise de conjuntura realizada pelos grupos de trabalho. “É um motor para que a gente tenha um planejamento para tocar em frente e construir a política de segurança alimentar e nutricional, cumprindo o que está estabelecido na Constituição Federal”, afirmou ela.

A etapa distrital para a 5ª Conferência de Segurança Alimentar e Nutricional + 2 foi realizada pelo Conselho de Segurança Alimentar e Nutricional do Distrito Federal (Consea-DF) em parceria com a Secretaria de Estado de Trabalho, Desenvolvimento Social, Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos (Sedestmidh) e a Câmara Intersetorial de Segurança Alimentar e Nutricional (Caisan-DF).

Para mais informações: Informativos 1 e 2 de orientações para a 5ª Conferência + 2.

Fonte: Ascom/Consea



Ver todas as notícias