segunda, 22 de outubro de 2018

Alimentação Escolar e presença dos CECANEs tiveram destaque no III AgUrb

Alimentação Escolar e presença dos CECANEs tiveram destaque no III AgUrb

por Rebrae 29/09/18

A III Conferência Internacional Agricultura e Alimentação em uma Sociedade Urbanizada (AgUrb), realizada entre os dias 17 a 21 de setembro de 2018, em Porto Alegre/RS  teve como tema “Alimentação saudável, sociobiodiversidade e sistemas agroalimentares sustentáveis: inovações do consumo à produção” e reuniu mais de 1.000 participantes vindos de 30 países e de diversas áreas de atuação: acadêmicos, professores, pesquisadores, agricultores, produtores pecuários, ativistas, representantes de povos tradicionais, representantes de organizações sociais, público/estatais e privadas. Foram cinco dias intensos em atividades como painéis, simpósios, grupos de trabalho, relatos de experiências, saídas de campo e atividades culturais. A semana oportunizou reflexões e trocas de ideias enriquecedoras entre os participantes acerca das questões alimentares em um mundo cuja população é cada vez mais urbana.

O Programa Nacional de Nutrição e Alimentação Escolar (PNAE) apareceu nas discussões como protagonista indiscutível da promoção da Política Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional, transformador e imprescindível para garantir a segurança alimentar nas escolas e o apoio e sustento aos diversos agricultores familiares de mercados de cadeias curtas, através da valorização da economia local no Brasil. Ainda, como referência em outros países, continua inspirando programas internacionais de alimentação escolar e o diálogo entre os sujeitos envolvidos.

A Alimentação Escolar foi assunto frequente nos painéis expostos e simpósios mediados por convidados(as) especialistas, e em mais de trinta trabalhos aprovados e apresentados em Grupos de Trabalhos (GT) e Grupos Gestores (GG) para Relatos de Experiência no IIIAgUrb, tendo ainda um GT específico para tratar “Compras institucionais de alimentos e programas de alimentação escolar: análise de seus benefícios, desafios e oportunidades”, que contou com a coordenação de Luana F. J. Swensson – Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (Itália), Luciana Dias de Oliveira – Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Brasil), Danny Hunter – ONG Biodiversidade Internacional e Universidade de Sydney (Austrália), Armando Fornazier – Universidade de Brasília (Brasil), Rogério Robs Fanti Raimundo – Instituto Federal de Ciências e Tecnologia da Educação do Sul de Minas Gerais (Brasil) e Regismeire Viana Lima – Universidade Federal do Amazonas (Brasil).

Entre os artigos científicos e relatos de experiências do PNAE no III AgUrb, esteve presente o debate sobre marco legal do PNAE, aprendizados e caminhos percorridos no programa, inclusão da compra de alimentos da agricultura familiar, seus desafios e oportunidades, entraves e potencialidades, dinâmicas produtivas locais, diferenças regionais em sua execução, o desenvolvimento local associado ao PNAE, práticas agroecológicas e compra de alimentos orgânicos, qualidade nutricional dos cardápios, hortas escolares, promoção da alimentação saudável, agricultura tradicional e luta pela permanência na terra, povos indígenas e cultura quilombola, escolas sustentáveis, presença de ingredientes geneticamente modificados, compras institucionais, diversidade produtiva, ações de educação alimentar e nutricional, além de experiências de outros países.

A presença dos Centros Colaboradores em Alimentação e Nutrição do Escolar (CECANEs) das diversas regiões do Brasil também teve destaque, tanto na organização do evento como na apresentação de trabalhos. Os CECANEs são unidades de referência e apoio constituídas, no âmbito das Instituições Federais de Ensino Superior – IFES, para desenvolver ações de interesse e necessidade do PNAE, com estrutura e equipe para execução das atividades nas áreas prioritárias e nas formas de atuação definidas pelo FNDE.

Dentre os trabalhos apresentados pelos CECANEs, podemos destacar:

  • Comercialização de alimentos da agricultura familiar para a alimentação escolar em municípios goianos – Thais Marques, Giovanna Oliveira, Cintia Leite, Karine Martins
  • Do(a) agricultor(a) familiar à escola: os entraves e potencialidades na comercialização da agricultura familiar para a alimentação escolar em municípios goianos – Maria Irene Barbosa, Thaís Marques, Bruna Santana, Veruska Alexandre
  • A atuação do centro colaborador em alimentação e nutrição do escolar da Universidade Federal de Goiás no contexto da agricultura familiar – Giovanna Angela Leonel Oliveira, Tainá Amélia Santana Marchewicz, Maria Irene de Castro Barbosa, Karine Anusca Martins
  • As diferenças regionais da agricultura familiar na execução do Programa Nacional de Alimentação Escolar – Geórgia Alencar, Claudia Fialho, Renata Moreira
  • Sistema Referencial de Preços PNAE Sul de Minas Gerais – Rogério Robs Fanti Raimundo, Camila Guedes Codonho, Aloisia Rodrigues Hirata, Luiz Carlos Dias da Rocha
  • A comparação entre a diversidade produtiva da agricultura familiar e a demanda da alimentação escolar – Tayrine Pereira Brito, Rogério Robs Fanti Raimundo, Lívia Oliveira Galvão, Luiz Carlos Dias da Rocha
  • Ações do CECANE-UFPI na assessoria, monitoramento e formação de atores do programa nacional de alimentação escolar – Marize Melo dos Santos, Cecília Maria Resende Gonçalves de Carvalho, Elizabete Maciel de Sousa Cardoso, Maria Devany Pereira
  • Ações do centro colaborador em alimentação e nutrição do escolar do rio grande do sul para fortalecimento da agricultura familiar no programa nacional de alimentação escolar – Ana Luiza Sander Scarparo, Amália Leonel Nascimento, Eliziane Nicolodi Francesato Ruiz, Luciana Dias de Oliveira
  • Desafios na compra da agricultura familiar para o mercado institucional da alimentação escolar: uma análise a partir das Entidades Executoras – José Tobias Machado, Gabriela Bratkowski, Daiane Lanferdini, Vanuska Lima da Silva
  • A execução do programa nacional de alimentação escolar nos municípios do Rio Grande do Sul: um relato de experiência dos avanços e desafios – Gabriela Rodrigues Bratkowski, José Tobias Marks Machado, Danielle Lodi Silva, Mariana Klein Moreira
  • A Rede Brasileira de Alimentação Escolar como ferramenta interativa dos atores do PNAE – Amália Leonel Nascimento, Constance Oderich, Ana Luiza Sander Scarparo, Luciana Dias de Oliveira
  • Formação conjunta de profissionais da nutrição e da educação para o planejamento de ações de educação alimentar e nutricional com foco na promoção da alimentação saudável no ambiente escolar – Ana Luiza Sander Scarparo, Tania Beatriz Iwaszko Marques, Maurem Ramos, Luciana Dias de Oliveira

Foto: Registro de partes das equipes dos CECANEs do Brasil presentes no III AgUrb 2018

“A Conferência mostrou que pesquisadores, ativistas, produtores, agricultores, pescadores e extensionistas podem trabalhar em conjunto para criarem novos conhecimentos e proporem novas ideais, visando uma abordagem sistêmica da alimentação. Nos próximos anos, teremos muitas questões de pesquisa e objetivos estratégicos a perseguir em nossos países”, resumiu o presidente do comitê científico do evento, Gianluca Brunori, ao final da cerimônia. Os trabalhos apresentados serão publicados nos Anais do evento juntamente com a Carta de Intenções, que incluirá: abordagem sistêmica da alimentação; sociobiodiversidade; responsabilidade; e políticas alimentares e parcerias multissetoriais.

Fonte: III AgUrb e Rebrae



Ver todas as notícias